Criar na cidade

Principais universidades argentinas disponibilizam acervo para consulta online

Faculdades e centros de pesquisa do país vizinho reúnem grande parte dos seus acervos digitalizados em mídias de vários formatos. Produzidos por diversas unidades acadêmicas, são documentos que atendem a diferentes áreas do saber.

O banco de dados da tradicional Universidade Nacional de Córdoba, por exemplo, oferece uma grande diversidade de disciplinas. Entre os destaques está uma cátedra interdisciplinar voltada ao estudo da obra do escritor José Saramago. Abrigada na faculdade de Filosofia e Humanidades, tem por objetivo estudar a dimensão ético-política na obra do autor, além de pesquisar fatos e procedimentos interpretativos de seu legado.

Além disso, o internauta tem acesso a coleções e livros digitais, periódicos, memorandos, teses e artigos, incluindo, por exemplo,  publicações do museu de antropologia, do centro de documentação e preservação audiovisual e do centro de estudos superiores de filosofia da ciência e educação

Para educadores, um dos bancos de dados mais relevante é a Memória Acadêmica da Faculdade de Humanidades e Ciências da Educação do Servicio de Difusión de La Creación Intelectual, da Universidade Nacional de La Plata. Nele estão documentos gerados por alunos, como teses e dissertações, por professores, como seminários e apresentações em congressos, além dos planos de estudo em carreiras de graduação e pós, divulgados pelos seus respectivos departamentos.

Outra fonte de pesquisa é a biblioteca digital da Universidade Nacional de Rosário, cidade situada na província de Santa Fé, ao norte do país. A universidade conta com centros de estudo voltados a investigações acadêmicas específicas, como “antropologia em contextos urbanos”, “estudos para o desenvolvimento”, “documentação educativa”, “produção fotográfica atual”, entre outros.