Jornalista passa segundo dia preso e espera análise sobre pedido de habeas corpus

O jornalista Pedro Nogueira, repórter do Portal Aprendiz, continua preso no 2º Distrito Policial, no Bom Retiro. O profissional foi preso enquanto estava no exercício profissional, na cobertura do Terceiro Ato contra o Aumento da Passagem, na região central de São Paulo. Ontem, imagens feitas por um morador da região mostraram o momento em que Nogueira foi brutalmente agredido e preso.

Nesta manhã, os documentos referentes ao indiciamento de Nogueira serão encaminhados ao Ministério Público de São Paulo. Depois, à tarde, o processo deve chegar ao juiz para análise. O advogado do jornalista entrou ontem com pedido de habeas corpus para Nogueira, e espera que este seja apreciado hoje à tarde para que ele seja liberado nesta quinta.

A prisão de Nogueira e também a agressão a outros jornalistas na terça configura uma atitude preocupante de cerceamento às liberdades de imprensa por parte do aparato policial do estado. As acusações, de formação de quadrilha, dano qualificado ao patrimônio e incêndio criminoso coladas ao exercício profissional de um jornalista podem tornar-se um mecanismo de  restrição violenta a atividades da imprensa.

Em nota oficial, na terça, a Associação Cidade Escola Aprendiz, da qual o Portal Aprendiz é um braço de comunicação, disse: “A ação contra os jornalistas de forma geral naquela noite constitui um ato de censura por parte do Estado e das forças policiais. Da mesma forma que não apoia os danos ao patrimônio público trazidos por parte dos manifestantes, o Aprendiz repudia o abuso de poder e o cerceamento da liberdade de expressão que foram flagradas por parte da polícia militar neste evento.  Lamentamos que, ainda nos dias de hoje, alguns jornalistas sejam calados forçosamente, vítimas de uma censura que parece ter sido herdada do tempos da Ditadura Militar. É o país inteiro que perde com isso”.

Equipe de coordenação do Aprendiz que acompanha o caso e pôde vê-lo registraram que Nogueira apresenta sinais das agressões, com escoriações no rosto, nas costas e marcas de cassetete. As imagens do momento em que ele foi preso e agredido mostra , em certo momento, oito policiais circundando e batendo no repórter.

Envie para um amigo
  • Print
  • Facebook
  • email
  • RSS
  • Twitter

NOTÍCIAS RELACIONADAS

  • Não há notícias relacionadas

Comente

   Os comentários serão publicados após aprovação. Comentários com ameaças, ofensas pessoais, pornografia infantil, conteúdos preconceituosos ou qualquer outro que viole a legislação em vigor no país serão excluídos.
   Todo e qualquer texto publicado por meio do sistema de comentários não reflete a opinião do Portal Aprendiz ou de seus autores.

(2) Comentários

  1. Habeas Corpus para o Pedro já !!! Os PM’s que bateram no Pedro COVARDEMENTE estão soltos ??? Governador e Prefeito de São Paulo estão em Paris ???

  2. Jbmartins disse:

    O Jornalista ainda esta preso, Falem com o Sr. Gilmar Mendes, ele libera na hora, o Sr. Gilmar Lib erou com 2 habeas corpus em menos de 24 horas o Sr, Daniel Dantas…. isto ai é mole.