Aprender na cidade

Jornada do Patrimônio de São Paulo abre cidade e seus imóveis para população

Andando pelas ruas de São Paulo, observando as fachadas, o passante atento pode vir a se perguntar o que se passa dentro dessas paredes. Quem parar para pensar um pouco, há de se indagar sobre a história dessas construções e o que elas revelam sobre a cidade. Para saciar essa curiosidade e incentivar novos questionamentos, a cidade de São Paulo terá suas casas, prédios históricos e espaços de memórias abertos neste final de semana (12 e 13/12), durante a primeira Jornada do Patrimônio, que propõe que o paulistano “(Re)Conheça seus bens culturais”.

Promovido pela Secretaria Municipal de Cultura, a Jornada é inspirada por ações parecidas de outras partes do mundo, como as Journées Européennes Du Patrimoine na França e o Open House, que já acontece em rede em mais de 25 cidades do mundo, como Nova Iorque e Buenos Aires, e transformam o espaço urbano em uma cidade educadora.

Por aqui, mais de 80 imóveis públicos e privados – entre casas icônicas e prédios históricos – abrirão suas portas e janelas para o público – com ou sem monitoria. Para quem se interessar em passeio, alguns roteiros de memória e arquitetura irão levar os interessados pelas ruas e casas da Vila Maria Zélia, antigo reduto operário na zona leste, pelo Centro Antigo, bairro da Luz, Largo Nossa Senhora do Ó (zona norte)

Educação patrimonial é aprender com o mundo e a cultura que construímos

A jornada, que funcionará nos moldes de uma Virada, visa “sensibilizar os cidadãos paulistanos e fazer com que se apropriem da cidade e de seus bens históricos, que vão além de construções de pedra e cal, abarcando o samba e companhias de teatro que simbolizam a cidade”, afirma a descrição do evento, que mira também reapresentar espaços culturais “pouco lembrados” pela sociedade. Como patrimônio não é só material, também haverão shows e apresentações.

O evento também terá uma extensa programação infantil, com destaque para uma edição do Slow Kids e uma apresentação da jovem MC Soffia. No site oficial, é possível descobrir todas oficinas, roteiros e palestras que serão oferecidas ao longo da virada, além de descobrir que imóveis, de norte a sul e de leste a oeste, estarão abertos para visitação.