Aprender na cidade

São Paulo promove curso sobre Cidade Educadora para professores

Transformar os tempos, espaços e sujeitos da cidade em ativos pedagógicos, integrando a rua, o bairro, seus moradores e comunidades na experiência de formação de crianças e adolescentes. Esses são alguns dos principais objetivos do curso “Potenciais educativos do território urbano: rumo à Cidade Educadora”, realizado pela Diretoria Regional de Educação do Ipiranga.

Voltado para professores de escolas públicas que atuam no centro da capital, o curso visa ampliar as práticas pedagógicas inovadoras da rede, fortalecer a articulação da escola com o território, assim como a relação dos professores com os diferentes agentes educativos da cidade.

Para isso, os encontros foram divididos em temas que, por um lado, integram as atividades que esses grupos já desenvolvem no espaço urbano e, por outro, representam a diversidade de olhares para uma cidade. São eles: mobilidade urbana, meio ambiente e cultura de paz, educação patrimonial e patrimônio cultural.

Com carga horária de 32 horas e abertura agendada para o dia 12/3, o curso terá 30 vagas e será regido pela Associação Cidade Escola Aprendiz, Pinacoteca do Estado de São Paulo, Museu da Língua PortuguesaHey Sampa, Apé – Estudos em Mobilidade, UMAPaz, Movimento Entusiasmo, Associação Novolhar, Instituto Catalisador e CriaCidade.

Para a gestora do programa Cidades Educadoras, da Associação Cidade Escola Aprendiz, Raiana Ribeiro, a iniciativa é resultado de meses de articulação “entre coletivos, organizações sociais, movimentos e espaços culturais de São Paulo que apoiam o desenvolvimento de uma Cidade Educadora”. Segundo ela, a proposta é sensibilizar os professores para a importância da escola nesse processo. “Por isso, o programa do curso foi pensado para garantir vivências, experimentações e explorações dos bairros do centro. A ideia é provocar o olhar desses educadores para o território”, acrescenta.

Ao todo, serão seis encontros, em diversas localidades do centro de São Paulo, incluindo escolas. Para saber mais, acesse a publicação do curso no Diário Oficial ou faça sua inscrição.