Criar na cidade

Exposição traz livros infantis e debates sobre diversidade, gênero e sexualidade

De 12 a 30 de abril, a Casa das Rosas irá abrigar uma série de atividades para debater gênero, sexualidade e diversidade à partir da literatura infantil com a mostra “AMAR – Coletânea de Livres Infantis”. 

"Livres" foram feitos em aquarela em diálogo com obras de grandes autores do passado e a questão de gênero.

“Livres” foram feitos em aquarela em diálogo com obras de grandes autores do passado.

Casa das Rosas l Divulgação

Se contrapondo ao “barulho” das discussões cada vez mais acaloradas sobre o tema nas redes sociais, a mostra faz “um convite à reflexão, ao amor e à liberdade”. Serão apresentados os originais de quatro obras literárias sobre a questão ilustradas e escritas por Rosana Urbes, Cris Eich, Mateus Rios, Marcia Misawa, Thiago Minamisawa, Bruno H. Castro e Vinicius Cardoso, que desenvolveram diálogos poéticos com Safo, Ovídio, João Guimarães Rosa e Frida Kahlo.

“A coleção foi selecionada pelo edital ProAC LGBT 2014, da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, e interage com a beleza lúdica da infância para inspirar a construção de uma nova sociedade”, anuncia a descrição do evento.

Na abertura da exposição, no dia 12/4, haverá uma apresentação harpista Sole Yaya. No sábado, 23/4, das 14h às 16h, acontecerá o debate  “A diversidade sexual na literatura infantil – A Política Pública e o Mercado Editorial” e o domingo, 24/4, receberá uma oficina de expressão artística, com Marcia Misawa, das 10h às 12h e o debate “A diversidade sexual na literatura infantil – A Pedagogia e a Psicologia”, das 14h às 16h.

Acesse o site da Casa das Rosas ou a página do evento do AMAR – Coletânea de Livres Infantis no Facebook para saber mais.