Transformar a cidade

Edital premia projetos escolares que reflitam sobre a ditadura militar no Brasil

Aberto para inscrições até o dia 8/7, o Edital de Educação em Direito à Memória e à Verdade nas Escolas tem a intenção de reconhecer projetos realizados por gestores, educadores ou estudantes da rede municipal de ensino de São Paulo que promovam conhecimento e reflexão sobre a ditadura militar e seus legados nos dias atuais.

A iniciativa da Coordenação de Direito à Memória e à Verdade, ligada à Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania, pretende fortalecer e inspirar práticas dedicadas à discussão sobre o período autoritário que o Brasil esteve submetido entre 1964 e 1985.

O Edital está aberto à diversas iniciativas, como formação para educadores, aulas sobre ditadura, trabalhos escolares, projetos de estudo, desenvolvimento de material pedagógico e conteúdo programático, rodas de conversa, visitas, oficinas, produções artísticas e culturais e mobilizações comunitárias, entre outras.

Os projetos podem ser dedicados à reflexão sobre a ditadura militar de modo amplo ou sobre aspectos específicos, como a violência de Estado e o seu legado no presente, o impacto da ditadura na cultura, na educação, na organização política, na configuração do espaço público (como mudanças no bairro e na cidade, referências a violadores de direitos humanos em nomes de ruas e equipamentos públicos); e também iniciativas que abordem acontecimentos específicos desse período, o aprofundamento sobre o perfil e biografia de alguém que tenha lutado pela democracia; vivências e memórias pessoais, familiares, da comunidade, entre outros.

Confira a íntegra do edital e realize sua inscrição!