Criar na cidade

Festival reúne inovação e criatividade em busca de uma educação “mão na massa”

Reunir experiências “mão na massa” que sejam baseadas nos princípios da aprendizagem criativa, estimulando o espírito inventivo de crianças, adolescentes e também adultos. Esse é o objetivo do Festival de Invenção e Criatividade (FIC), que acontecerá pela primeira vez no Brasil entre os dias 21 e 23 de março, na Escola Politécnica da USP, em paralelo à FEBRACE (Feira Brasileira de Ciências e Engenharia).

De acordo com Cássia Fernandez, uma das organizadoras do evento, já existem experiências interessantes de educação “mão na massa” no país, mas poucas têm visibilidade. “O Festival vai apresentar o que está sendo feito nas escolas e também espaços informais de educação, inspirando outros educadores e mostrando o potencial que esse tipo de atividade pode ter para uma educação mais significativa.”

Durante o FIC, que terá entrada gratuita, serão divulgadas iniciativas relacionadas à implantação da aprendizagem criativa no Brasil, com a intenção de facilitar discussões sobre elementos que favoreçam esse modelo de aprendizado, considerando aspectos referentes ao espaço, material, tecnologias e avaliação, entre outros.

A ideia básica de uma educação mão na massa é o conceito de “aprender fazendo”, com “objetivos pedagógicos claros”, segundo Cássia. “Que a criança tenha a oportunidade de errar enquanto aprende, entendendo o lugar do erro na aprendizagem, para que ele ocorra de uma forma estruturada, testando hipóteses e ideias. A intenção é que isso seja significativo para o estudante e o conecte com seus interesses pessoais.”

O FIC é uma realização do Grupo Lifelong Kindergarten do MIT Media Lab, do CITI-USP e do programa FabLearn da Stanford University, com o apoio da Fundação Lemann e da Rede de Aprendizagem Criativa.

Calendário Cidade Criativa

Como parte do FIC, está sendo organizado um Calendário Cidade Criativa, que pretende reunir as atividades de Aprendizagem Criativa da cidade de São Paulo e ajudar em sua divulgação. Seu objetivo é promover experiências inovadoras de educação e potencializar troca de boas práticas que estimulem engajamento, invenções e criatividade por todo o espaço urbano.

“Uma cidade como São Paulo é propícia para a educação criativa e mãoo na massa, com seus FabLabs, museus e espaços culturais. Queremos incentivar o uso desses locais durante a semana do FIC, para ser um evento mais descentralizado, que atingir um público diverso, de regiões periféricas da cidade”, acredita Cássia.

Quem tiver interesse em participar do Calendário organizando oficinas, cursos e encontros entre os dias 18 e 26 de março em diversos espaços da cidade, deve se inscrever no site do Festival. Para participar das oficinas do FIC, que comportam um número limitado de participantes, também é necessária a inscrição prévia.

Serviço
1º Festival de Invenção e Criatividade
Quando: de 21 a 23/3
Onde: Avenida Professor Luciano Gualberto, travessa 3
Tenda Eventos – localizada no estacionamento da Escola Politécnica da USP
Cidade Universitária, Campus Butantã – São Paulo/SP
Visitação aberta e gratuita