Transformar a cidade

Em São Paulo, seminário aborda migrações, refúgios e deslocamentos

A BibliASPA, centro de pesquisa e cultura que impulsiona a reflexão sobre os povos árabes, africanos e sul-americanos, e atende centenas de refugiados, promove, a partir desta quinta (30/3) o Seminário Internacional sobre Migrações, Refúgios e Deslocamentos.

Realizado em parceria com o Ministério das Relações Exteriores e o Núcleo de Apoio à Pesquisa (NAP) Brasil-África da Universidade de São Paulo (USP), o evento prossegue até sábado (1/4) e será realizado no auditório principal da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo.

O seminário faz parte do VIII Festival Sul-Americano da Cultura Árabe-África (SACA) e reunirá profissionais especializados para o debate, buscando desdobramentos sobre um dos principais temas da atualidade no contexto internacional e no Brasil: imigrações e refúgios.

Aspectos jurídicos, educacionais, culturais, políticos, sociais, dentre outros, serão discutidos ao longo dos três dias de encontro, para que o público seja capaz de compreender globalmente a atual situação dos refugiados e imigrantes no Brasil e no mundo.

“O que significa ser refugiado? Por que alguém se torna refugiado? Para onde essas pessoas vão e de onde elas vêm? Que direitos possuem? Como o Brasil tem se posicionado? Quais os principais grupos de migrantes e refugiados que vivem no Brasil, na América do Sul, no Oriente Médio e na África? Como suas culturas se caracterizam? Como é possível apoiar a integração e o bem-estar dessas pessoas e que iniciativas são promovidas com esse intuito? De que forma o Sul do mundo se relacionou historicamente com temas de migração e questões humanitárias, e particularmente na questão dos refugiados? A migração, a mobilidade, o refúgio e a mudança social desafiam a divisão Norte-Sul em termos heurísticos – politicamente e intelectualmente?” são algumas das questões que o evento abordará.

O evento é gratuito e aberto a todos. Confira a programação completa e se inscreva no evento.

(A imagem que abre esta matéria é de autoria do Circuito Fora do Eixo, via Flickr/Creative Commons)