Transformar a cidade

Cascais, em Portugal, é a próxima sede do Congresso Internacional de Cidades Educadoras

A 15ª edição do Congresso Internacional de Cidades Educadoras já tem sede e data: Cascais, em Portugal, dos dias 13 a 16 de novembro de 2018. O tema desta edição é “A cidade pertence às pessoas” e propõe o debate sobre a coesão social na cidade a partir das pessoas e do sentimento de pertencimento a ela.

O tema parte do compromisso assumido na Declaração Final do 14º Congresso Internacional de Cidades Educadoras, em 2014, de melhorar os processos de construção social e pessoal de cidadania e promover recursos dirigidos a melhora da coesão social, inclusão e convivência. Outra inspiração foi a Agenda para o Desenvolvimento pós-2015 da ONU, com foco nas pessoas e nos direitos humanos, enfatizando os processos de desenvolvimento e a resposta urgente às crescentes desigualdades.

Organizado pela Associação Internacional de Cidades Educadoras, que reúne 482 cidades em mais de 30 países, o primeiro Congresso Internacional aconteceu em Barcelona (Espanha), em 1990. O resultado foi a Carta das Cidades Educadoras, aprovado 4 anos depois, na terceira edição do Congresso, em Bolonha (Itália). O Brasil tem 14 cidades que compõem a lista de cidades educadoras: Belo Horizonte, Caxias do Sul, Guarulhos, Horizonte, Mauá, Porto Alegre, Santiago, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Carlos, São Paulo, Sorocaba e Vitória.

Membro da Associação Internacional de Cidades Educadoras desde 1997, Cascais está mergulhada no projeto de aumentar a qualidade de vida de quem ali vive ou visita, tendo como lema “Cascais: tudo começa nas pessoas”. Em 2018, a cidade também será a Capital Europeia da Juventude.

Mais informações podem ser encontradas na página especial do Congresso Internacional de Cidades Educadoras no site de Cascais.