Aprender na cidade

Estudante brasileiro apresentará projeto em feira de ciências da China

O estudante Pedro Henrique Capp Kopper (17 anos) será o único jovem pesquisador brasileiro presente na China Adolescent Science & Technology Innovation Contest (Castic 2017), uma feira de ciências que acontece de 14 a 19 de agosto, na cidade de Hangzhou. Ele foi o ganhador do Prêmio Killing de Tecnologia na Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia (Mostratec) de 2016, que viabiliza a participação de um projeto nesse evento.

Aluno do Curso Técnico de Eletrônica da Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha (Novo Hamburgo/RS), Pedro desenvolveu o “Sistema de pouso autônomo através de reconhecimento de imagem” que consiste em um sistema capaz de pousar uma asa voadora de forma autônoma utilizando a identificação por imagem de marcadores coloridos na pista de pouso. Com isso, seria possível aprimorar o monitoramento de reservas ambientais e lavouras.

O aeromodelo desenvolvido por Pedro e orientado pelo professor Marco Cesar Sauer processa as imagens captadas por uma câmera acoplada ao nariz da aeronave. Para realizar o pouso com segurança, a posição do aparelho em relação à pista é calculado com base na posição dos marcadores previamente colocados e identificados na imagem por sua uma cor. O estudante também desenvolveu um sistema secundário em caso de falha. Nessa situação, o sistema é capaz de transferir, de forma independente, o comando dos atuadores para um operador em terra, conectado via rádio.

Segundo Pedro, o projeto tem um custo muito menor quando comparado, por exemplo, aos drones: “Essa alternativa custa bem menos e ainda tem muito mais autonomia de voo”, destaca.