Aprender na cidade

Prêmio Territórios Educativos contempla finalistas em evento de encerramento

No dia 25 de novembro (sábado), os 10 projetos contemplados no 2° Prêmio Territórios Educativos serão apresentados e premiados em cerimônia no Instituto Tomie Ohtake (Av.Brigadeiro Faria Lima, 201, São Paulo).

O Prêmio Territórios Educativos é uma iniciativa do Instituto Tomie Ohtake com parceria da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo e patrocínio da Estácio, que busca reconhecer e fortalecer experiências pedagógicas que explorem as oportunidades educativas do território onde a escola está inserida, integrando os saberes escolares e comunitários.

Em sua segunda edição, o programa recebeu 67 inscrições oriundas de todas as Diretorias Regionais de Ensino de São Paulo e de diversos tipos de unidades escolares. As propostas foram avaliadas por um júri composto por especialistas nos campos da educação e cultura, incluindo representantes das instituições organizadoras.

No evento, que marca o encerramento desta edição, os vencedores serão premiados com as bolsas de estudo da Estácio e haverá a exibição dos 10 vídeos produzidos sobre as experiências pedagógicas selecionadas. Ao fim do evento ocorre ainda uma intervenção poética de todos os professores, alunos e comunidade.  A cerimônia de premiação começa às 09h, seguida pela exibição dos vídeos e da ação poética, e termina com uma visita na exposição “Julio Le Parc: Da Forma À Ação”, às 13h. O evento é gratuito e aberto ao público.

Os 10 projetos vencedores de 2017 são:

- Escola e museu – uma experiência possível e necessária (EMEI Dona Leopoldina)

- Território do saber: Trabalho de Campo (EMEF Emiliano Di Cavalcanti)

- O Haiti é aqui…em Perus! (CIEJA Perus I)

- Roteiro de Aprendizagem “ Gênero e diversidade” – um diálogo pedagógico e social (EMEF Infante Dom Henrique)

- Vamos jogar limpo? O entorno escolar e o caminho para aprender juntos (EMEF Sebastião Francisco, o Negro)

- Teatro em Libras – A revolução dos bichos (EMEBS Professora Vera Lúcia Aparecida Ribeiro)

- Conhecer e usufruir a cidade, utilizando o transporte público, exercendo a cidadania embasada nos direitos humanos (EMEF Professora Nilce Cruz Figueiredo)

- BrincaCEU (CEU Butantã)

- Projeto Memórias (EMEF Solano Trindade)

- Um rio que passou em minha vida (EMEF Carlos Augusto de Queiroz Rocha)

Mais informações sobre a premiação e os projetos vencedores podem ser conferidas no site do Prêmio.