Criar na cidade

Museus abrem seus acervos para crianças nas férias

A educação, em um contexto mais especificamente museológico, está ligada à mobilização de saberes relacionados com o museu, visando ao desenvolvimento e ao florescimento dos indivíduos, principalmente por meio da integração desses saberes, bem como pelo desenvolvimento de novas sensibilidades e pela realização de novas experiências” – trecho da publicação Conceitos-chave da Museologia, por André Desvallées e François Mairesse.

No período de férias, o Portal Aprendiz selecionou cinco museus em cinco capitais brasileiras que abrem suas portas e janelas para uma programação infantil. As instituições utilizam seus próprios acervos, objetos, arquitetura e saberes para criar itinerários educativos que convidem crianças a ocupar seus espaços e aprender com eles durante as férias.

Entrada do museu da Casa das Rosas (SP)

Fachada da Casa das Rosas (SP) / foto por Felipe Lange Borges (via flickr)

Casa das Rosas (São Paulo)

O casarão amarelado no centro de São Paulo é frequentemente ocupado por uma programação literária. Durante as férias, a ação educativa do museu convida crianças à visita temática “De mapa na mão e tempo na cabeça”, tornando o próprio espaço da instituição um objeto de estudo. Percorrendo seu interior, desde salas amplas até grandes escadarias, o público infantil pode reconhecer passado e presente da instituição, entendendo como a arquitetura da Casa das Rosas influencia as exposições e oficinas oferecidas pelo museu.
Casa das Rosas
Onde?  Av. Paulista, 37 – Paraíso, São Paulo – SP
Quando? Todas as sextas-feiras de janeiro, das 15h até às 16h
Quanto? Entrada franca
Contato: (11) 3285.6986 | 3288.9447

Elementos químicos no Museu das Minas e do Metal, em Belo Horizonte

Museu das Minas e do Metal, em Belo Horizonte / via divulgação.

Museu das Minas e do Metal (Belo Horizonte)

A instituição traça a relação histórica e cultural do Estado de Minas Gerais com sua abundante riqueza em minérios e outros bens naturais. Na oficina “Se Esta Rua Fosse Nossa – Ateliêzinho Científico”, crianças de dois a oito anos criam mosaicos com materiais com quartzo e argila, desenhando de sua memória lugares afetivos das ruas de Belo Horizonte. O processo criativo também convoca para a discussão sobre a importância da ocupação de espaços públicos como praças e parques.
Museu das Minas e do Metal
Onde? Praça da Liberdade, s/nº, Prédio Rosa – Belo Horizonte – MG
Quando? Dias 9, 16 e 23 de janeiro, às 13h e às 15
Quanto? Entrada franca.
Contato: (31)35160-7200

Paço do Frevo (Recife)

Patrimônio Imaterial da Humanidade, declarado em 2012 pela Unesco, o frevo é uma expressão cultural pernambucana de música, dança, indumentária e simbologia. O Paço do Frevo dedica-se a manutenção e preservação dessa cultura, e preparou para as férias em sua instituição uma programação especial. Na oficina “Caminhos da Folia”, os estandartes – que são as bandeiras coloridas carregadas à frente dos cortejos – são transformados em um jogo de tabuleiro, onde se aprende na brincadeira sobre o carnaval e o frevo.
Paço do Frevo
Onde? Praça do Arsenal da Marinha, sem número – Bairro do Recife – Pernambuco
Quando? Quinta, das 9hs às 11hs e das 14hs às 16hs
Quanto? Entrada franca, com inscrição na entrada do museu.
Contato: (81)3355-9500

Casa Museu Eva Kablin (Rio de Janeiro)

O acervo de mais de duas mil peças de arte se tornam objetos de investigação para crianças nas férias da Casa Museu Eva Klabin. A programação é baseada no próprio inventário do museu, e propõe que o público infantil o conheça através de atividades lúdicas e visitas no espaço. Na brincadeira “O Mistério da Peça Perdida”, um dos objetos do acervo desaparece e as crianças devem unir forças e olhar ludicamente para o museu afim de reencontrá-la.
Onde? Av. Epitácio Pessoa, 2.480 – Lagoa, Rio de Janeiro
Quando? Quinta, às 10h e às 15h
Quanto? Entrada franca
Contato: (21) 3202-8551 / (21) 3202-8550

CAIXA Cultural Curitiba (Curitiba)

Como o centro cultural da CAIXA se relaciona ludicamente com outros espaços de cultura da capital paranaense? E como as crianças, percorrendo ruas e vielas, podem se apropriar dos territórios educativos da cidade? Com mediação cultural de Bruno Ferreira, o projeto “Trajeto Mediados” pega pelas mãos crianças a partir de cinco anos para levá-las até várias instituições que oferecem programação artística na região, ampliando seu repertório de direito à cidade. O projeto faz parte das 25 oficinas oferecidas pela instituição nas férias de janeiro.
Caixa Cultural Curitiba
Onde? R. Conselheiro Laurindo, 280 – Centro, Curitiba
Quando? 24 de janeiro, das 14h até as 18h
Quanto? Entrada franca, com 20 vagas disponíveis
Contato: (41) 2118-5111

*Foto de destaque por Karla Vidal (via Flickr)