Criar na cidade

Curta “Antes da Chuva” mostra como jovens de comunidades tradicionais enxergam mudanças climáticas

Quem lida com as mãos na terra e quem observa minunciosamente como brota e cresce uma semente é também quem percebe como as mudanças climáticas, agravadas por processos destrutivos como os adotados pelo agronegócio, perturbam o delicado equilíbrio responsável pela manutenção dos recursos naturais.

Leia +: Contra invisibilidade da população indígena, educador Leno Vidal propõe ligação entre arte e território.
+ Comunidades indígenas do Rio Uaupés cartografam sua região. 

O documentário Antes da Chuva, lançado em junho de 2018, acompanha a rotina de jovens de comunidades tradicionais e da agricultura familiar e sua percepção sobre como o agronegócio e as mudanças climáticas afetam a natureza brasileira. O curta mostra também como essa geração, responsável por preservar o legado de saberes tradicionais de plantio e colheita, luta para preservar o que parece estar cada vez mais em risco no Brasil.

Jovens de comunidades indígenas relatam que o avanço do agronegócio e do desmatamento da mata originária têm consequências palpáveis no modo como seu território se comporta. A coletora e bióloga Milene Alves, que mora em Nova Xavantina (MT), explana como o recuo das águas do rio altera as sementes da planta Iandi, que dependem da aquosidade terrena; já o indígena Tawa explica como os animais têm se comportado de forma destrutiva nas plantações, por não encontrarem alimento na floresta.

jovem oreme segura nas mãos um dos barris cheios de sementes

Oreme, um dos jovens protagonistas do filme / Foto: Rogério Assis/ISA

 

O filme também traz a perspectiva de como essa juventude busca nos saberes e práticas tradicionais de seu território mecanismos para proteger as terras e militar ativamente pelo reconhecimento do valor de seus conhecimentos não só para o território, mas para todo país.

O documentário em curta-metragem foi feito pela Rede de Sementes do Xingu, com produção do Instituto Socioambiental  e o Volante Filmes. Ele foi premiado como melhor fotografia no Festival dos Sertões e também selecionado para as mostras Cinecipó – Festival do Filme Insurgente e VI Congresso Latino-americano de Agroecologia.

Antes da Chuva está disponível online na plataforma Videocamp e também no Youtube.