Criar na cidade

Cursos on-line gratuitos são populares, mas ainda não são lucrativos

Do Porvir

Matéria do The New York Times cita alguns dos exemplos mais famosos de Moocs, como o Coursera, a Udemy e o EdX, e apresenta alguns números que mostram como o modelo se tornou popular. No entanto, esses cursos ainda não se mostraram lucrativos, diz o jornal. O Coursera se tornou o líder no mercado ao lucrar vendendo licenças de uso do material para outras instituições, com previsão de cobrar taxas de certificação (que podem custar entre US$ 20 e US$ 50) e ao fornecer dados para empregadores, mas não há nenhuma garantia de que essa seja a fórmula correta.

do The New York Times.