Pensar a cidade

Virada diminuiu violência em SP? Talvez

Diante das cenas de violência da Virada Cultural, a impressão diante dos eventos que fica é exatamente contrária à pergunta no título dessa coluna. Será?

Vale a pena esperar um pouco para ver se a resposta não vai contra o senso comum: a cidade teria, na verdade, tido menos violência do que o habitual nos finais de semana.

Basta vermos os indicadores de mortes e agressões registrados pela polícia, comparando-os com outros finais de semana.

Digo assim baseado em dezenas experiências que acompanhei em diversos países do mundo.

Parte da violência entre jovens se deve à ociosidade e falta de ofertas de lazer e cultura em espaços público.

Quando se consegue aumentar essa oferta –esportes de madrugada, por exemplo– os índices de violência costumam cair.

Houve atos de vandalismo durante da Virada, como todos sabemos. Mas essa não foi a regra.

A regra foram milhões de pessoas se divertindo pacificamente.