Aprender na cidade

Mostratec: Estudantes compartilham conhecimento em Intercâmbio Cultural

A terceira noite da Mostratec reservou surpresas para as centenas de estudantes que participam da maior feira de ciência jovem da América Latina. Após um longo dia – no qual os jovens cientistas expuseram e explicaram seus projetos para os visitantes que a Mostratec recebe diariamente – aconteceu o Intercâmbio Cultural, evento no qual puderam trocar conhecimentos e apresentar a cultura de seu país natal.

E não foram poucas as apresentações. Afinal, além do Brasil, os jovens cientistas que compõem a feira vieram de 21 países – do vizinho Paraguai ao distante Cazaquistão. Professores e orientadores dos projetos também entraram na onda e proporcionaram uma noite de diversão e cultura aos presentes.

Foram apresentadas danças, roupas, músicas e histórias. “A Mostratec é uma feira que vai além da ciência e da tecnologia”, orgulha-se a apresentadora do evento. Para os mexicanos Carlos Luna e Roberto Lima, o intercâmbio serve para os jovens entenderem que a feira não é apenas competição. “Estamos nos integrando ao invés de nos distanciar”, acredita Carlos. “É importante ver as pessoas compartindo o seu conhecimento”, disse Roberto.

Com isso, o público – que lotou o auditório principal do Centro de Eventos Fenac – pôde aprender que na Colômbia é a mulher que lidera a dança; que a bandeira turca é vermelha por causa das sangrentas batalhas de seu povo pela independência; que as roupas típicas da Indonésia são coloridas e as mulheres não devem cobrir a face com o véu. Além disso, estudantes do Chile leram poemas de um dos grandes poetas de seu país: Pablo Neruda.

Uma noite, enfim, para compartilhar saberes e conhecer novas culturas. Confira mais na galeria de imagens!

O repórter Danilo Mekari cobriu a Mostratec a convite da Fundação Liberato.