Criar na cidade

Confira os vencedores do concurso Mapas Afetivos da Cidade

O Festival do Minuto divulgou os vídeos vencedores do concurso Mapas Afetivos da Cidade, que propôs aos cidadãos de todo o mundo registrar e retratar as memórias afetivas que surgiam através dos trajetos percorridos pela cidade.

Os trabalhos foram analisados pelos júri do prêmio – cada jurado escolheu três vídeos e escreveu uma frase sobre eles. O júri foi composto por Luis Antonio Jorge, arquiteto e professor da FAU/USP; Igor Guatelli, arquiteto, professor da FAU-Mackenzie; Baixo Ribeiro, arquiteto, curador de arte e fundador da galeria Choque Cultural, em São Paulo; Natália Garcia, cicloativista; Malu Andrade, coordenadora de Inovação e Acesso da SPCine; Tata Amaral, cineasta e Marcelo Masagão, cineasta e curador do Festival do Minuto.

O vídeo vencedor foi Warm Liguria, das russas Olga e Tatiana Poliektova. Uma “captação criativa de simultaneidades impossíveis”, segundo Guateli.

Em segundo lugar ficou o trabalho do paulista Regís Schwert, Indo e Vindo. Para Luis Antonio Jorge, “um samba de breque: na beleza da cidade banal há humor”.

Interditados, do pernambucano Thiago Lira, e Honk Kong Tramways, do francês Michael Muraz, terminaram empatados na terceira posição. “A ideia de propriedade precisa ser reinventada”, escreveu Natália Garcia sobre o filme brasileiro.

As regras do concurso previam a escolha do público para o prêmio do Troféu Minuto, através de votação via Facebook. Porém, o festival decidiu cancelar a votação devido a fraudes ocorridas em outras escolhas. Todos os premiados receberão o Troféu Minuto – o primeiro e o segundo lugar levarão ainda R$ 1 mil cada, enquanto os dois terceiros colocados receberão R$ 500.