Criar na cidade

O que pode uma árvore? Grupo instala balanços em Vitória (ES) para explorar subjetividade urbana

O que pode uma árvore na cidade? Essa é a pergunta fundamental do projeto “BalançaÊ!”, levado adiante pelo Laboratório de Imagens da Subjetividade (LIS-CNPQ) da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Para começar a responder ao questionamento espalharam balanços – até o momento foram oito – pela capital do estado, Vitória.

“Estaremos prontos para olhar a cidade como crianças que enxergam alegrias que não foram percebidas de pronto. De bolsos e mochilas cheias de artefatos, prontos para uma manhã de possíveis. Brincar de fazer arte, fazer do traço um experimento lúdico”, descreve o grupo no vídeo que mostra a montagem de um dos balanços e reforça o caráter de ocupação, reinvenção de espaços e transformação das relações urbanas para produzir “outros modos de habitar a urbe”.

O Laboratório de Imagens da Subjetividade é uma iniciativa multidisciplinar, que reúne estudantes de diversas áreas para produzir “interferências urbanas e políticas de subjetivação”, coordenado pela professora Leila Aparecida Domingues Machado. “Trata-se da invenção de planos de visibilidade e de dizibilidade de vidas anônimas, esquecidas, desconhecidas. No intuito de falar junto a elas, nunca por elas, experimenta-se o exercício de narrar, de cartografar por meio de palavras e de imagens“. Confira abaixo algumas fotos do trabalho do LIS ou acesse a página de Facebook do grupo para acompanhar o trabalho do grupo. As fotos foram tiradas da página do Flickr do Laboratório.

montagem-balanco familabalanco balanço balançodois paisagembalançante