Criar na cidade

“Tem Açúcar?” busca estreitar laços de vizinhança com trocas, empréstimos, doações e gentilezas

“Oi, desculpe incomodar, mas você poderia me emprestar uma xícara de açúcar?”. Este início de diálogo é parte da cultura popular do Brasil e refere-se à prática comum entre vizinhos: a troca de gentilezas que aproxima pessoas. Nas grandes cidades, com o tempo corrido e janelas fechadas, essa vivência comunitária foi se emudecendo. Mas por que não tentar usar a tecnologia – vista como a vilã das relações humanas – para reconectar vizinhos?

açucar

Essa é a proposta do “Tem açúcar”, criado no ano passado por Camila Carvalho Vilela de Moraes. A plataforma online exige um breve cadastro e seu endereço. Após isso, você vê quem está conectado ao seu redor e pode entrar com sua demanda: ovos, xícara de açúcar, barraca, furadeira, ferramentas, móveis, enfim, o que você precisar e sua imaginação mandar.

A única condição é que o site funciona apenas para troca e doações de objetos: imóveis, relacionamentos, serviços etc. já têm seus aplicativos específicos. A ideia é que essas interações possam aproximar pessoas e despertar novos sentidos nos bairros. Desde 29 de janeiro, o Tem Açúcar já está disponível em todos os bairros do país. Confira aqui a plataforma e mantenha-se informado pela página de Facebook da iniciativa.