Aprender na cidade

Cidade Educadora é tema de debate sobre a vida urbana em São Paulo

“A cidade não é só a dimensão do habitar, ou um espaço de circulação. É um espaço no qual se pode aprender a conviver, aprender a lidar com a diferença, a partilhar o patrimônio cultural, a paisagem, a memória.”

É dessa maneira que se encerra o convite para a roda de conversa “Cidades Educadoras: um novo lugar para o urbano”, que acontece na próxima segunda-feira (30/11), a partir das 18h30, no auditório do Centro Ruth Cardoso (Rua Pamplona, 1005 – São Paulo/SP). Com curadoria de Wilson Levy, o debate contará com a presença de Abílio Guerra, professor do Mackenzie e editor do Portal Vitruvius de Arquitetura e Urbanismo; Ana Paula Bruno, gerente de regularização fundiária do Ministério das Cidades; Bárbara Freitag Rouanet, socióloga e autora do livro “Teorias da Cidade”; Márcia Tiburi, professora do Mackenzie e colunista da Revista Cult; e Raul Juste Lores, jornalista da Folha de São Paulo.

Refletindo sobre a cidade educadora, o debate seguirá as seguintes perguntas: como a dimensão urbana da vida pode ser articulada num processo de formação de novas subjetividades e sociabilidades? Como ela pode contribuir para formar cidadãos melhores e relações sociais de cooperação e de estima mais fortes e proveitosas?

A conversa permeará ainda temas como patrimônio imaterial, memória e ocupação cidadã dos espaços públicos, questões que, para os organizadores, ganham novo significado e sugerem pautas para políticas públicas intersetoriais.

Garanta a sua inscrição aqui.