Criar na cidade

Festival de Direitos Humanos ocupa ruas e espaços públicos de São Paulo

A Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC) de São Paulo realiza, entre os dias 6 e 13/12, a terceira edição do Festival de Direitos Humanos – Cidadania nas Ruas. Na semana em que se celebra o Dia Internacional dos Direitos Humanos (10/12), ações nas redes e em diversos pontos da cidade levarão mais de 40 atividades gratuitas de cinema, teatro, música, oficinas, exposições e debates – além de prêmios, lançamentos, prestação de serviços e intervenções urbanas -, com a intenção de promover novas formas de ocupação do espaço público.

Temas como participação social, cidadania, educação, juventude, violência, imigração, memória – “importantes para a promoção de uma cidade mais humana, democrática e diversa”, segundo nota da SMDHC –, estarão contemplados no evento.

A abertura oficial do Festival acontece no próximo domingo (6/12), às 15h, na Praça Marechal Deodoro, em Santa Cecília, com uma partida de futebol entre refugiados e pessoas em situação de rua, seguida por discotecagem e pela estreia do filme “Aconteceu Bem Aqui”, de Camilo Tavares, que retrata lugares da capital paulista simbólicos na luta pela preservação da democracia e dos direitos humanos.

A foto que ilustra essa nota foi clicada por um morador de rua de São Paulo. Um calendário com esta e outras 12 imagens feitas pela população em situação de rua paulistana será lançado na abertura do Festival.

No dia 10/12 acontece a entrega do 3º Prêmio Municipal de Educação em Direitos Humanos para escolas, alunos e professores da rede pública municipal, além do Prêmio de Direitos Humanos D. Paulo Evaristo Arns, que será concedido à deputada federal Luiza Erundina.

Já no dia 11/12 será realizado o Seminário Segurança Pública e Direitos Humanos, no Salão Nobre da Faculdade de Direito da USP. Será a primeira vez que a Prefeitura de São Paulo apresentará um diagnóstico da mortalidade da juventude na cidade, a partir de bases de dados municipais. Na mesma data está programada um Dia de Brincar, que levará música e atividades lúdicas para crianças no Vale do Anhangabaú.

O local também recebe, durante todo o Festival, o espaço Cidadania nas Ruas, que criará um lugar acolhedor, convidando o público a experimentar o espaço de uma outra forma, exercendo seu direito à cidade.

E no domingo, 13/12, o evento se encerra com um show na área externa do Auditório Ibirapuera, que reunirá artistas de diferentes gêneros e gerações da música brasileira, como Elza Soares, Criolo, Mano Brown, Ney Matogrosso, Pitty e Ava Rocha.

Confira a programação completa do 3º Festival de Direitos Humanos – Cidadania nas Ruas.