Transformar a cidade

Causas Comuns elege propostas para tornar São Paulo mais democrática

Como a cidadania pode ajudar a tornar uma cidade mais democrática? Um comitê composto por membros de grêmios escolares pode ajudar a fiscalizar violações de direitos humanos? E quanto à mais transparência em processos imobiliários? E se uma série de portais e estratégias de comunicação ajudassem a tornar a coisa pública mais acessível?

O Cidade Democrática  já consolidou trabalhos em Jundiaí, Várzea Grande Paulista, e no bairro da Vila Pompeia, em São Paulo e na região de Altamira, no Pará, que visam a compensação dos danos causados pela construção da hidroelétrica de Belo Monte. “Há uma demanda da população e, se o político topar levar adiante, todos sairão ganhando. É um círculo virtuoso entre o poder público e a cidadania. A democracia na web é uma utopia importante”, acredita Rodrigo de Luna, do projeto. Leia mais na matéria Nas Redes e nas ruas.

Essas são algumas das propostas que estão sendo votadas pela internet até 3/2, como parte do Concurso de Ideias Causas Comuns, promovido pelo Instituto Cidade Democrática, com apoio da Open Society Foundantions (OSF).

 Ao todo, foram 76 propostas nas áreas de transparência, acesso à justiça, segurança e paz na cidade de São Paulo. As 12 mais votadas serão premiadas, ganharão visibilidade nas redes sociais e serão apresentadas para a Prefeitura de São Paulo.

O votante tem que se cadastrar no site do Cidade Democrática e, além de escolher uma proposta, pode aproveitar o espaço para interagir com o projeto, dar sua sugestão e crítica e acompanhar o andamento da possível iniciativa.

“Em São Paulo, há inúmeras redes, coletivos e organizações trabalhando nos temas de transparência, participação, acesso à justiça, segurança e paz. Mas ainda há poucos espaços de debate integrando estas causas todas e construindo agendas comuns”, acredita Henrique Parra, do Cidade Democrática, que aposta que esta iniciativa “pode abrir um novo espaço de diálogo para a construção de uma agenda comum e de colaboração.”

Confira, vote e participe da campanha “Causas Comuns”

(A foto que ilustra essa matéria é de Jeronimo Sanz, via Flickr/Creative Commons)