Criar na cidade

Em nova edição do Circular, centro histórico de Belém volta a ser ocupado pelas pessoas

No próximo domingo (17/4), em Belém do Pará, as ruas dos bairros da Cidade Velha, Campina e Reduto receberão a 11ª edição do Projeto Circular, quando os espaços da região central da capital paraense se abrem e se articulam para se tornarem um espaço de encontro para a população local.

Com apoio de uma série de parceiros, inclusive do Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), a iniciativa promove, a cada dois meses, ações socioculturais para que o público se sensibilize perante o rico patrimônio material e imaterial de Belém.

A partir das 8h e até as 20h, os mais de 30 estabelecimentos locais que compõem o Circular abrirão suas portas e funcionarão como um circuito de intensa programação cultural, artística e gastronômica. Entre os espaços que participam do projeto estão ateliês, galerias de arte, museus, espaços culturais, lojas, escolas de música, bares e restaurantes. Haverá também uma pedalada pelo centro histórico (encontro na rua Carlos Gomes, em frente ao prédio Peixoto – saídas às 8h e 16h).

“De volta às ruas aos domingos, nesta região da cidade que em geral fica deserta, pois é essencialmente comercial, a população tem tempo de olhar com mais cuidado muitas coisas que até então eram desconhecidas ou que passavam desapercebidas, como a arquitetura, as ruas, o patrimônio e, com isso, observar ao mesmo tempo a beleza e a sujeira que convivem no berço da cidade”, afirmou Camila Fialho, produtora do Circular, ao Portal Aprendiz em janeiro, quando ocorreu a última edição do projeto, que comemorou o aniversário de 400 anos da cidade.

Confira a programação completa da 11ª edição do Projeto Circular.