Transformar a cidade

Em busca de transformação urbana, seminário discute formas de participação social

A participação social como ferramenta articuladora das transformações urbanas será o tema da quarta edição do Seminário Educação Ambiental Semeando a Cidade Educadora.

Organizado através de uma parceria da Universidade Aberta do Meio Ambiente e Cultura de Paz (Umapaz) com a Associação Cidade Escola Aprendiz, o encontro pretende aprofundar a discussão sobre a participação social, um dos pilares fundamentais para o avanço da democracia e a construção de uma Cidade Educadora.

“Dos fóruns locais, passando pelos conselhos, comissões, audiências e consultas, a Cidade Educadora deve cultivar políticas públicas que contemplam o engajamento da sociedade civil em todas as suas etapas”, acredita o Aprendiz.

De acordo com o Programa Carta da Terra em Ação, da Umapaz, “é comum percebermos, naqueles que trabalham na transformação urbana, a inquietação quanto às formas de participação e o desejo de fomentá-las para que se efetivem enquanto valioso instrumento de construção de um ambiente urbano mais equilibrado e justo”.

IV Seminário Educação Ambiental Semeando a Cidade Educadora acontece no dia 23/11, em São Paulo, e terá como tema central a participação social.

O Seminário será realizado no auditório da Umapaz (Av. Quarto Centenário, 1268) no dia 23/11 (quarta-feira), das 8h30 às 13h. Durante o evento, os convidados Xixo Piragino (Escola de Governo) e Bruno Gomes (Agenda Pública) discutirão a institucionalização da participação social e o engajamento coletivo como formas de contribuição ativa da sociedade para a definição de políticas sociais e serviços públicos.

O evento contará ainda com a presença de três movimentos que exemplificam diferentes modos de participação social. Mestre em Políticas Públicas pela Universidade Federal do ABC (UFABC), Tatiana Montório levará uma reflexão sobre o Conselho Municipal do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável; Mariana Belmont, articuladora e jornalista da zona sul paulistana, falará sobre como a arte é um instrumento para intervenção e interlocução contra o isolamento de comunidades; e Regina Bortotto, do Movimento pela Reapropriação da Fábrica de Cimento de Perus, contará a história de luta dessa comunidade frente às questões urbanas urgentes do território.

Confira mais informações sobre o IV Seminário Educação Ambiental Semeando a Cidade Educadora e se inscreva no evento.

(A foto que abre esta matéria é de autoria de upslon, via Flickr/Creative Commons)