Criar na cidade

Ferramenta do Google calcula pegada de carbono das cidades

Os diversos impactos ambientais, sociais e econômicos das mudanças climáticas continuarão aumentando se nada for feito para mitigar as emissões de carbono.

É a partir deste alerta que o Google lança, em parceria com a aliança internacional Global Covenant of Mayors for Climate & Energy, a ferramenta Environmental Insights Explorer, que calcula a pegada de carbono, isto é, o teor das emissões de carbono das cidades do mundo.

Ainda em versão beta, por ora, a plataforma apresenta dados de apenas cinco cidades: Buenos Aires (Argentina), Melbourne (Austrália), Victoria (Canadá), Mountain View (EUA) e Pittsburgh (EUA). A previsão, no entanto, é que a tecnologia se estenda para todas as cidades do mundo.

Como funciona a calculadora de pegada de carbono

Para realizar o cálculo da pegada de carbono, a ferramenta utiliza os dados já mapeados pelo Google Maps, dando ênfase às informações ambientais específicas de cada município.

Nesta equação, o Environmental Insights Explorer considera os seguintes aspectos: transportes, construções (casas e edifícios), além do potencial para produção de energia solar a partir dos telhados. No caso do transporte, por exemplo, é possível simular o quanto o inventário de gases do efeito estufa diminuiria com uma nova linha de metrô. Todas as informações são acompanhadas de imagens de satélite e gráficos.

A intenção é que a calculadora de pegada de carbono, aliada a outras tecnologias, incentive ações, pesquisas e investimentos para a redução das taxas do gás na atmosfera, além do planejamento de cidades mais sustentáveis.