Criar na cidade

Aniversário de São Paulo: conheça 10 parques não centrais da cidade

Há muitas cidades dentro de uma só. E em São Paulo, de proporções agigantadas, isso é evidente. Há a capital verticalizada, mas também bairros onde as casas têm portões abertos para a rua; tem muito asfalto, mas sob ele cerca de 300 rios enterrados. São Paulo foi construída com migrações que matizaram seus territórios, mas também é morada de populações originais.

Leia + O futebol de várzea em São Paulo e o direito à cidade

Nesta cidade hiperbólica, que completa 465 anos em 25 de janeiro, há também o paradoxo da falta e abundância de verde a depender da região. Cerca de 44% de seu território é coberto por vegetação, segundo matéria no portal 32xSP. No entanto, os 194 milhões de metros esverdeados se espalham de forma desproporcional: se em Parelheiros nascem rios ainda nadáveis, o extremo leste sufoca em concreto.

Neste contexto, os parques são um espaço essencial para o direito à cidade e ao lazer. Hoje, São Paulo conta com 113, alguns sob jurisdição municipal, outros estaduais, e alguns em via de privatização. Embora sua grande maioria esteja nas áreas centrais, muitos deles estão espalhados nas bordas da cidade, oferecendo além de contato com remanescentes de verde opções esportivas e culturais.

Para comemorar o aniversário de São Paulo, o Portal Aprendiz criou um mapa reunindo 10 parques não centrais da cidade, destacando alguns de seus equipamentos. Confira: