Transformar a cidade

Livro discute primeira infância e Sistema de Garantia de Direitos de Crianças e Adolescentes

*Com informações do programa Prioridade Absoluta. 

Foi lançado nesta semana em Brasília o livro Primeira Infância no Sistema de Garantias de Direitos de Crianças e Adolescentes. Organizada pelo Prioridade Absoluta, programa do Instituto Alana que se debruça sobre esse recorte etário, a publicação traz artigos sobre a primeira infância em áreas múltiplas, como gestão participativa na educação, violência, neurociência e a importância do Sistema de Justiça na garantia de direitos.

“Se não pensarmos em saídas que impliquem a sociedade como um todo, poderemos ajudar muitas pessoas pontualmente, mas, ainda assim, a infância caminhará inexoravelmente para seu fim”, afirma psicanalista Vera Iaconelli, em artigo no livro.

A publicação também aborda o projeto “Primeira Infância no Estado de São Paulo”, parceria entre Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, Instituto Alana e Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, que durante dois anos formou profissionais do Sistema de Garantia de Direitos de Crianças e Adolescentes (SGDCA) em dez regiões administrativas do estado.

livro Primeira Infância no Sistema de Garantia de Direitos de Crianças e Adolescentes

Livro ” Primeira Infância no Sistema de Garantia de Direitos de Crianças e Adolescentes” / Crédito: Prioridade Absoluta

“Esta obra […] quer ser apenas um sopro sobre o tema [da primeira infância], fornecendo bibliografias e referências para aqueles que desejarem saber mais e quiserem se aprofundar no assunto”, indica Isabella Henriques, diretora executiva do Instituto Alana e organizadora da obra, em texto de apresentação.

O lançamento do livro – que está disponível online – aconteceu durante o Seminário do Pacto Nacional pela Primeira Infância, organizado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Leia+Guia detalha a importância da intersetorialidade nas políticas públicas para a primeira infância

“É fundamental ampliar o debate sobre os tipos de cuidado em diferentes contextos e ambientes, dado que a responsabilidade pela primeira infância é de toda a sociedade”, conclui, em artigo que integra o livro, Anna Maria Chiesa, enfermeira obstetra especialista em primeira infância e consultora técnica da Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal.