Criar na cidade

Portal Aprendiz seleciona filmes, livros e conteúdos culturais para a quarentena

A recomendação geral da OMS (Organização Mundial de Saúde) para combater o alastramento da epidemia de coronavírus (COVID-19) é de isolamento e distanciamento social. 

Se museus, cinemas, bibliotecas ou outros espaços de cultura estão fechados ou sujeitos à visitas virtuais, as pessoas em isolamento estão encontrando formas outras de se entreter, passar o tempo e cuidar de sua saúde mental, como plataformas de streaming de filmes ou séries e leituras de livros. Alguns artistas têm se mobilizado também para promover shows ou apresentações online. 

Este cenário de exceção revela o acesso à cultura como um direito humano inalienável. Pensando na valorização do cinema e da literatura – e da cultura como um todo – o Portal Aprendiz selecionou 5 conteúdos sobre livros e filmes que valorizam saberes sobre infâncias, culturas brasileiras e direitos humanos. 

Esse será um período difícil para o setor da cultura no Brasil, como explica esta matéria do Nexo. Para além de um setor que depende de visitações e compra de ingresso, o país também enfrenta uma série de aviltamentos de políticas públicas e uma franca perseguição ideológica por parte do governo federal. 

 

Cinema e infância: 7 filmes sobre como crianças enxergam o mundo

Desde animação japonesa até um filme coming-of-age neozelandês, a lista traz um compilado de filmes com protagonistas enxergando o mundo por uma prisma de curiosidade, descoberta e desafios. “O papel do cinema é desvendar outras formas de olhar. A infância é um momento muito rico e muito cinematográfico, por não ser um período tão verbal. Muitas coisas são percebidas pela sensação, pelo cheiro, pela luz, pelo som… Se percebe mais do que se entende”. 

5 artistas africanos para pensar arte, território e ancestralidade
A são-tomense Grada Kilomba e o angolano Kalaf Epalanga são alguns dos artistas curados pela produtora cultural Claudia Garcia, que em 2018 listou mais de uma dezena de artistas do continente africano para mostrar toda a diversidade de seus países. “Ainda escutamos pessoas se referindo a África como se ela fosse um país. A África equatorial é completamente diferente da África saariana ou a do sul. Era importante trazer diversos olhares.”

Conheça 13 filmes que debatem diversidade sexual e de gênero
Pensando em como a escola e outros ambientes educativos extramuros podem falar sobre gênero e sexualidade, o Centro de Referências em Educação Integral selecionou 13 filmes de diversos países e com diferentes óticas sobre o tema. “A sexualidade está presente na escola porque ela é um espaço de convívio social, onde as pessoas se mostram, se conhecem, interagem e porque é um espaço de aprendizagem”.

10 livros infantis que abordam direitos humanos
Direito à saúde, à cultura e à vida. Os livros infantis listados por especialistas em literatura infanto-juvenil trazem diferentes formas de abordagem lúdica sobre direitos humanos com as crianças. São livros que “enriquecem a imagem do mundo e sua existência; ajudam a conhecer a si mesmo e a compreender os outros e a sociedade em que se vive, assim como a sociedade em que vivem as outras pessoas”, como definiu o crítico Ainda Chambers. 

Futebol e literatura: 6 obras sobre o potencial educativo do esporte 
O mais amado esporte do Brasil é também uma fonte de saberes. O pesquisador Marcelino Rodrigues listou meia dúzia de livros que discutem o potencial educativo do futebol e como ele também espelha a sociedade que o produz.  “É um processo de retroalimentação, onde podemos dizer que a arte e o discurso não só representam a realidade, mas contribuem para a construção da própria realidade”.