Criar na cidade

Seminário ‘A Escrevivência de Conceição Evaristo’ entrelaça obras da autora com temas como educação e história

As tardes na favela costumavam ser amenas. Da janela do seu quarto caiado de branco, Maria-Nova contemplava o pôr-do-sol. Era muito bonito. Tudo tomava um tom avermelhado. A montanha lá longe, o mundo, a favela, os barracos. Um sentimento estranho agitava o peito de Maria-Nova. Um dia, não sabia como, ela haveria de contar tudo aquilo ali. Contar as histórias dela e dos outros. Por isso ela ouvia tudo tão atentamente. Não perdia nada.”

Este excerto é do romance “Becos da Memória”, de Conceição Evaristo. Com sua prosa memorialista e lírica, a escritora narra as muitas vidas de homens, mulheres e crianças em uma já extinta favela de Belo Horizonte (MG), entrelaçando elementos de ficção e realidade para versar sobre memória e resistência. 

O romance é uma amostra do conceito Escrevivência, praticado pela escritora em seus premiados contos e romances. Nas palavras de Evaristo, escrevivência “se realiza como um ato de escrita de mulheres negras, como uma ação que pretende borrar, desfazer uma imagem do passado, em que o corpo-voz das mulheres negras tinha sua potência de emissão também sob o controle dos escravocratas, homens, mulheres e até crianças. E se ontem nem a voz pertencia às mulheres escravizadas, hoje a letra, a escrita, também nos pertencem.”

O conceito e a própria obra da escritora serão tema do seminário A Escrevivência de Conceição Evaristo, que acontecerá online dias 11 e 12 de novembro, organizado pela Fundação Itaú Social e MINA Comunicação e Arte. 

O escritor Eduardo de Assis Duarte é um dos convidados do seminário. O Portal Aprendiz entrevistou-o sobre a capoeira literária de Machado de Assis

O evento marca também o lançamento da publicação “Escrevivência – a escrita de nós – reflexões sobre a obra de Conceição Evaristo”. Durante os dois dias de encontro, autoras e autores do livro, além de especialistas convidados, tecerão aproximações entre o conceito e a cultura nacional nas dimensões de história, artes, educação e comunicação. 

Confira a programação completa e se inscreva no site do seminário

Escritora também participa de encontro sobre literatura e território

Conceição Evaristo também fará parte do encontro digital Literaturas, Afetos e Juventudes, parte da programação da série de encontros Território Leitor: práticas de mediação da leitura na escola.

Organizado pelo Projeto Rodas e Redes Literárias, os encontros convidam educadores, gestores e estudantes a pensar em estratégias para ampliar o repertório de estratégias de promoção à leitura. O encontro acontecerá dia 16 de novembro, das 14h às 16h, e pode ser acompanhado no youtube do Centro de Referências em Educação Integral.