Criar na cidade

Organizações se unem para pautar mobilidade urbana sustentável nas eleições

São muitos os desafios de mobilidade urbana para candidatos e candidatas à Prefeitura e vereança de São Paulo. A histórica desigualdade socioterritorial recai sobre populações mais vulneráveis, sujeitas à deslocamentos longos e a um transporte público caro e pouco capilarizado; a cidade também cambaleia em políticas públicas para mobilidade cicloviária e pedestal, o que ampliaria o direito à cidade e diminuiria emissões de CO2. 

Atentas a estes desafios, organizações da sociedade civil elaboraram a Campanha Mobilidade Sustentável nas Eleições 2020, que tem como objetivo principal inserir os modos de mobilidade sustentável nos programas de governo e mandatos das candidaturas às prefeituras e câmaras de vereadores. 

Em São Paulo, quem articulou as propostas foi a Rede Mobilidade e Clima, formada por organizações como a Rede Nossa São Paulo, SampaPé! e CicloCidade

Para saber mais sobre como a Campanha está se articulando em outras cidades do Brasil, acesse o site oficial

A campanha elaborou uma Agenda Propositiva para a Cidade de São Paulo: Mobilidade e Clima. A cartilha, disponível para download, esmiúça questões da política urbana e ambiental como participação social, transporte coletivo e mobilidade à pé e por bicicleta. Ela também congrega o que já foi criado em termos de política pública, incentivando sua continuidade e aprimoramento. 

Candidatas e candidatos à Prefeitura de São Paulo podem também se comprometer com uma carta-compromisso escrita pelas organizações. Confira a lista de candidaturas à prefeitura e vereança que a assinaram.

Termômetro das candidaturas

A campanha também criou um termômetro que analisa planos de governo para mobilidade urbana de cada candidatura de São Paulo registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), se pautando nas diretrizes da Agenda Propositiva. Foram atribuídas notas de análise geral e também nos temas específicos, como política urbana, justiça social, participação e gestão, segurança, saúde e meio ambiente, pedestres, ciclistas e usuário(a)s de transporte coletivo.

Termômetro mostra o quanto as propostas das candidatas e candidatos são afinadas com a temática da mobilidade urbana / Crédito: Print do site da campanha

Termômetro mostra o quanto as propostas das candidatas e candidatos são afinadas com a temática da mobilidade urbana / Crédito: Print do site da campanha

*Foto de capa por Mariana Gil/WRI Brasil Cidades Sustentáveis.