Criar na cidade

FLINO (Festa Literária Noroeste) celebra literatura e cultura produzidas na região noroeste de SP

Bibliotecas, Centros Educacionais Unificados (CEUs), coletivos culturais e artistas independentes da região noroeste de São Paulo realizam entre os dias 2 e 5 de dezembro a 1ª FLINO – Festa Literária Noroeste. Devido à pandemia de Covid-19, a festa será completamente online por meio do canal do Youtube da FLINO e página no Facebook.

A FLINO contará com mais de 40 atrações de artistas e agentes culturais dos bairros de Perus, Morro Doce, Parada de Taipas, Jaraguá e Pirituba. O objetivo é fortalecer a cena cultural e literária dos bairros da região; ampliar a articulação e parceria entre equipamentos do território; e reforçar a importância dos movimentos negro, indígena e de mulheres na construção de saberes do território. 

Em sua primeira edição, a FLINO homenageia o educador e articulador cultural José Soró. Falecido em 2019, aos 55 anos, Soró era comunicador popular desde os anos 1980, importante articulador da região e um dos gestores da Comunidade Cultural Quilombaque, em Perus.

Inspirados em festas literárias que acontecem em outros bairros periféricos, como a Fligraja (Festa Literária do Grajaú), Flipenha (Festa Literária da Penha) e a Felizs (Festa Literária da Zona Sul), os trabalhadores das bibliotecas da Secretaria Municipal de Cultura e dos CEUs se reuniram e iniciaram a articulação junto aos demais coletivos.

“Nós acreditamos no território noroeste e vemos com clareza a potência e a riqueza cultural da nossa região. Queremos fortalecer os equipamentos culturais da localidade e dar visibilidade aos artistas e coletivos, além de estreitar a relação dos equipamentos públicos com os agentes culturais”, conta Beth Pedrosa, coordenadora da Biblioteca Padre José de Anchieta, em Perus.

Para Sandro Coelho, coordenador da Biblioteca Brito Broca, em Pirituba, a FLINO vem para demonstrar a força do território noroeste, que já conta com diversos atores e coletivos ligados à literatura. 

“A gente sempre via as outras festas literárias acontecendo e pensávamos que um território que abarca tantos distritos, tantos coletivos de cultura e literatura também deveria ter uma festa literária. Para além disso, a literatura tem como função manter nossa sanidade mental, uma vez que nos transporta para lugares inimagináveis, incríveis, coisas que em épocas de pandemia a gente não consegue”, aponta.

sarau segunda negra

FLINO fortalece a produção literária de mulheres, em especial as negras e indígenas do território. Na foto, Sarau Segunda Negra / Crédito: Divulgação

Programação 

1º DIA | 2/12
20h – Mesa de abertura “Ferve Território”
21h30 – SLAM do Pico
           
2º DIA | 3/12
10h – “Memórias e Histórias” com Adriana e Radamés Rodrigues
11h30 – “Oficina de Processo Criativo” com Victhor Ruas Fabiano
13h- Performance “Aprendi a voar quando fui empurrado do precipício” com Coletivo Estação Paraíso
14h – Espetáculo teatral “Encontrando Walter Benjamin” com Rafael Duarte
15h – Feira FLINO Ecocultural com vendas de livros e artesanatos
16h30 – Espetáculo de dança “Sevirologia” com Eri Sá
17h – Vídeo-dança e exposição de Fotos “Corpo Estrada” com Victor Pessoa
17h30 – Lançamento do livro “Relações Arbitrárias” com Marah Mendes
18h30 – Lançamento da revista “Memórias do Morro” com Coletivo Anhanguera: Luta e Resistência
20h – Mesa de conversa “Territórios de Memórias”
21h30 – Exibição do documentário “Corpo de rua – no sentimento do fluxo” e bate papo com Coletivo Prelúdio

3º DIA | 4/12
10h – “Oficina de Trovas” com União Brasileira de Trovadores
11h30 – Espetáculo teatral “Rubi – vestígios de fuligem na carne e no osso” com Coletivo nos Trilhos
13h- Intervenção de dança “Sobre Salto” com Letícia Santana
13h30 – Vivência musical percussiva “Águas afrolatinoamericanas” com Bruna Ferreira
14h30-  “Mães do Morro – Mulheres na Capoeira” com Código da Arte
15h30- Pocket Show “Foda-se” com Ariany Marciano
16h30- Performance poética “Além da Poesia”, com Hugo Paz
17h30 – Especial Hip Hop FLINO com Hip Hop Vem das Ruas, Coletivamente Hip Hop, Reduto do Rap e mediação de Thiago Guma
20h – Roda de conversa “Quilombos, Tekoas e Periferias”
21h30 – Batalha de MC com Batalha da 16

4º DIA | 5/12
10h – Espetáculo teatral “Babel dos Bichos” com Coletivo Bolha de Gude
11h  – Exposição “Território, Jaraguá e Cidadania” com Drix Fontenele
11h30 – Mostra multilinguagens “Deste Lado da Ponte” com Coletivo Deste Lado da Ponte
12h30 – Lançamento do livro “Bicho Poeta” com Diego Rbor
13h30 – Espetáculo teatral “Autoestrada para Damasco” com Grupo Pandora de Teatro
14h – Encontro Filosófico “Ecofilosofia no Pico” com CAEF (Coletivo Autônomo dos Estudantes de Filosofia)
15h30 – Apresentação de cultura popular com Grupo Tripé Raiz
16h- Intervenção poética com Poeta Maria Gabriella
17h- Show musical “Migração” com Mil Virgulino
18h – Show musical com Senhor Florista
19h – Show musical com Irmão Amaro
20h- Roda de conversa “Juventudes, Palavras e o Amanhã”
21h30 – Encerramento: “Sarau da Noroeste” com Sarau D’Quilo, Sarau Elo da Corrente, Sarau da Brasa, Sarau Segunda Negra e convidadas Guiniver, Chai e Preta Charme

 

Serviço
1ª Festa Literária Noroeste
Data: de 2 a 5 de dezembro
Horário: início às 20h no dia 2, das 10h às 23h nos demais dias
Onde: canal do YouTube e Facebook da FLINO
Gratuita e virtual
Facebook: https://www.facebook.com/flinoroeste/
Instagram: https://instagram.com/flinoroeste
YouTube: https://bit.ly/youtube-flino
Contato: flinoroeste@gmail.com