Arquivo

Projeto “Cidades para Pessoas” quer parcerias com escolas públicas

De maio a dezembro deste ano, a jornalista Natália Garcia deu início ao projeto Cidades para Pessoas, percorrendo sete cidades – Copenhague (Dinamarca), Amsterdam (Holanda), Londres (Inglaterra), Paris (França), Estrasburgo (França), Friburgo (Alemanha) e Lyon (França). Foram mais de 50 entrevistas, relatando iniciativas que podem ajudar a melhorar as cidades brasileiras.

Veja também:
-Prefeitura quer que 4,6 mil alunos em SP vão e voltem da escola de bicicleta

Todos os lugares contemplados pelo projeto foram planejados pelo urbanista Jan Gehl – grande inspiração para Natália -, tiveram sua consultoria ou são considerados por ele um bom exemplo de planejamento urbano para as pessoas.

A primeira etapa se concretizou graças ao apoio de 285 micro patrocinadores, que juntos levantaram R$ 25.785 pelo site de financiamento coletivo Catarse.  Natália agora trabalha no fechamento das reportagens que produziu, com um detalhe: todas elas serão licenciadas em Creative Commons, ou seja, sem restrições para reprodução ou utilização em obras derivadas.

Em 2012, a  jornalista pretende dar início à segunda etapa do Cidade para Pessoas, com três novos destinos: as cidades de Accra (Ghana), Thympu (Butão) e Rishikesh (Índia). O próximo passo inclui também uma parceria com escolas públicas para o lançamento didático do projeto. Para isso, uma nova cota de patrocínio foi lançada no Catarse. A meta é  arrecadar R$ 30 mil, com doações a partir de R$ 20.

Confira o site do projeto.