Arquivo

Campus Party começa sua maratona tecnológica

Para quem vai participar da Campus Party Brasil e está querendo vender, alugar ou trocar algum equipamento, game, gadget ou invenção foi criado um site específico para estes escambos do mundo digital. A página Classificados da Campus Party ajuda os campuseiros a encontrarem aquilo que precisam ou a divulgarem algo que está sobrando em sua bagagem. Qualquer pessoa pode anunciar no site de maneira gratuita e a ideia é facilitar o acampamento dos geeks durante os sete dias de evento no Anhembi.

A Campus Party conta com uma vasta programação entre debates, oficinas e atividades de inclusão digital, distribuídas em dois espaços expositivos. Além da programação dividida em quatro eixos temáticos – Ciência, Entretenimento Digital, Cultura Digital e Inovação –, o visitante conta também com os espaços das “Ações Especiais”, como o Educaparty, voltado à educação e tecnologia, ou o Campus Verde, dedicado às novas idéias relacionadas às causas sócio-ambientais.

Se o objetivo maior do evento é aproximar as pessoas da tecnologia e de usos criativos e inovadores dos instrumentos digitais, alternativas e motivos não faltarão para uma visita, seja você uma pessoa mais ou menos familiarizada com a informática e suas inúmeras possibilidades.

Para os diversos campuseiros que acampam no próprio local durante os dias do evento e, mesmo para aqueles que apenas visitam a Campus Party, a oferta de atividades é farta, com programação da manhã à noite.

O Portal Aprendiz selecionou alguns dos destaques da programação pautado pelos direitos humanos, educação e também o novo trânsito comunicacional. Acompanhe o evento e faça você também a sua própria programação!

Dia 7 de fevereiro

11h
Painel: Governo e Software Livre

Onde: Palco Software Livre
Descrição: Exposição comparativa entre o Projeto de Software Livre desenvolvido pelo governo mexicano, governo espanhol, e o modelo aplicado pelo governo brasileiro em instituições de educação e empresas. Serão abordadas as estratégias tecnológicas e de desenvolvimento do projeto, que traz vantagens para estudantes e empresários.

20h15
Mesa Redonda: Da periferia para o mundo: os novos astros nascidos nas redes sociais

Onde: Palco de Música
Descrição:
As redes sociais tornaram-se o grande meio de divulgação da música e alavancaram a carreira de jovens de baixa renda no Brasil. Sem noções de marketing, mas com a ajuda da tecnologia, estes artistas conseguem difundir e monetizar seu trabalho sem o apoio de gravadoras ou selos.

21h45
Debate – A leitura e o livro na web

Onde: Palco Polivalente
Descrição: A web é mais que um ambiente de leitura e pesquisa. Como ferramenta de comunicação, ela possibilita que qualquer pessoa, a qualquer momento, compartilhe conhecimentos. A publicação na web, hoje, é uma confluência de hiperlinks de múltiplos autores interagindo. Mas a leitura é também maior do que a web. Concentrar-se para ler um livro silenciosamente não é o imaginário da navegação e da publicação na web. Somos então novos leitores? São novos os suportes da leitura? Alguém autografa um e-book?

Dia 8 de fevereiro

9h
Debate – Inclusão digital e transformação socioeconômica
Onde:
Palco Polivalente
Descrição: Como a tecnologia pode trabalhar a serviço dos cidadãos usando o livre trânsito de informações e potencializando o acesso ao conhecimento? Envolver de forma criativa o cidadão e permitir que sozinho ele seja um transformador social são as principais contribuições. Esse painel tem a responsabilidade social corporativa como um pilar de geração de negócios sustentáveis, com impacto na melhoria da qualidade de vida de nossa população.

10h
Debate – Lan Houses como espaços da educação

Onde: Campus Fórum
Descrição: A inclusão digital é a democratização do acesso às tecnologias. As Lan Houses são a porta de entrada para inclusão digital para milhares de brasileiros e têm potencial para se tornarem novos espaços de democratização de acesso à educação e não apenas espaços de entretenimento. Como usar este espaço como um local de empoderamento e acesso ao conhecimento? É possível usar estes espaços em parceria com o poder público para atender as escolas? As Lan Houses podem ser também espaços de capacitação profissional e formação continuada?

14h30
Mesa: Cyberativismo político: separando o joio do trigo

Onde: Palco Software Livre
Descrição: Manchete em todos os jornais: “Hacker invade computadores, rouba senhas de banco e é preso”. Será que foi um hacker mesmo? Será que seu objetivo era apenas roubar? Mais uma manchete: “Hackers derrubam o sistema da Visa em protesto pela prisão de Julian Assange”. Novamente: foram hackers? Contra o que, exatamente, se está protestanto? Entenda o que está em jogo e o que não aparece na mídia sobre essas ações de “hackers”.

Dia 9 de fevereiro

9h30
A educação vai se reeducar?

Onde: Palco de Mídias Sociais
Descrição: A internet facilitou o acesso à informação e as redes facilitaram a troca de conhecimento. Uma discussão sobre as medidas que estão sendo adotadas por professores e instituições para acompanhar essas mudanças.

11h15
Debate: Liberdade editorial em blog, existe ou não?

Onde: Palco de Mídias Sociais
Descrição: Quando criamos um blog, imaginamos que o espaço nos dará liberdade pra postar o que quisermos. Será que isso é mesmo verdade? Qual o limite do que se pode falar na internet antes de ser censurado por algum órgão ou alguém? Até onde vai a liberdade editorial de um blog pessoal?

15h
Debate: Política 2.0 – Marchas, hacktivismo, projetos de lei.

Onde: Palco Social Media
Descrição: Quase todos os dias nos deparamos com a notícia de uma marcha contra ou a favor de algo. Recebemos petições e abaixo-assinados por email. Sites de entidades governamentais são hackeados em protesto. Um debate sobre a maneira como as pessoas estão se mobilizando pelas redes sociais e por que muitas vezes o governo não consegue acompanhar.

Dia 10 de fevereiro

11h15
Mesa Redonda: Experimentações artísticas em rede
Onde:
Palco de Artes Digitais
Descrição:
Estética e interatividade: o usuário modifica o conteúdo do trabalho em tempo real e o transforma pela sua participação. Ao criar um trabalho de arte em rede, o objetivo é estabelecer relações com a sensibilidade do internauta, tornando a navegação uma experiência diferente. Conheça um pouco mais sobre esta forma de arte.

11h45
Debate: Mobilidade Digital e educação: a escola para além de seus muros

Onde: Palco Desenvolvimento/Educaparty
Descrição: As novas formas de comunicação sem fio estão redefinindo o uso do espaço e as formas como as pessoas se comunicam. No ambiente escolar, não há porque ser diferente, a mobilidade possibilita um olhar para além da sala de aula e para além dos muros da escola. O objetivo desse debate é trazer a reflexão sobre essa nova forma de pensar a educação, a partir da apresentação de diferentes práticas de uso de dispositivos móveis, como celulares e laptops, com fins educacionais.

22h
Tecnologia, Soluções e Mobilidade

Onde: Palco de Desenvolvimento
Descrição: Com o crescimento das cidades, temos enfrentado sérios problemas relacionados à mobilidade urbana. Mas a utilização de tecnologia de ponta pode contribuir para que soluções sejam encontradas de maneira eficiente. O debate ocorrerá no palco de Inovação.

Dia 11 de fevereiro

9h30
Debate: A voz da periferia, mano!

Onde: Palco de Mídias Sociais
Descrição: Com a inclusão econômica de pessoas que antes viviam à margem do consumo, a sociedade passa por enormes transformações e, com o aumento do número de lanhouses e a diminuição dos preços da banda larga e dos computadores, um novo público chega à internet. Como ouvir e trabalhar com essa nova voz que fala cada vez mais alto nas redes sociais brasileiras?

14h30
Mesa: Universidade e Software Livre

Onde: Palco Software Livre
Descrição: Compartilhamento de conhecimento é o lema do movimento Software Livre, nada mais natural do que levar esta filosofia a outras áreas. Se pesquisadores fossem movidos pelo chamado “princípio hacker de criação”, onde todas as descobertas são compartilhadas com a comunidade como forma de disseminar o saber e fomentar a pesquisa, a comunidade acadêmica não traria mais benefícios à sociedade?

16h45
Mesa redonda – Blogs de ciência

Onde: Palco Astronomia e Espaço
Descrição: O público internauta é muito interessado por ciência e tecnologia. No entanto, poucos blogs e podcasts tratam deste tema regularmente, e pouquíssimos se dedicam apenas à ciência. Esta mesa redonda trata de como e por que falar de ciência na internet, e quais resultados isso pode trazer.