Arquivo

Brasileiro vai cada vez menos às bibliotecas, aponta pesquisa

Brasileiro prefere comprar livros a ir às bibliotecas.

O número de pessoas que vão às bibliotecas com frequência caiu de 10 para 7%, entre os anos de 2007 e 2011, segundo dados da pesquisa Retratos da Leitura no Brasil , realizada pelo instituto Pró-Livro. Entre as formas de aquisição de títulos, a compra aparece em primeiro lugar, seguida por empréstimos com conhecidos e consulta às bibliotecas e acervos de escolas.

A gerente de projetos do instituto, Zoara Failla, atribui o fato ao aumento do poder aquisitivo do brasileiro . De acordo com ela, “na medida em que as pessoas podem comprar, elas deixam de recorrer a empréstimos”.

Além disso, avalia, há uma visão generalizada de que as bibliotecas não são espaços voltados para o empréstimo de obras literárias, apenas de materiais didáticos. Entre os entrevistados, 71% consideram que os locais são destinados à estudos e pesquisas. Apenas 17% veem nelas uma alternativa para o acesso à leitura. A impressão não ocorre por acaso: 70% daqueles que vão frequentemente às bibliotecas são estudantes do ensino superior.

Mas o que seria necessário para que os acervos públicos fossem mais acessados e por um público mais variado?

Títulos mais recentes

A pesquisa mostra que a disponibilidade de novos títulos literários faria as pessoas pensarem primeiro nas bibliotecas quando quisessem algo para ler. A coordenadora de atendimento da biblioteca Mario de Andrade, localizada em São Paulo (SP), Cristiane Teixeira, reforça o dado. Ela afirma que entre os títulos mais procurados estão os best-sellers “A Cabana”, “O Monge e o Executivo” e “Harry Potter”.

Entre estudantes e não estudantes, a pesquisa apontou uma queda de 7% no número total de leitores que vão às bibliotecas e livrarias. De 95%, em 2007, o número passou para 88%, em 2011. Entre principais causas, a falta de tempo figura em primeiro lugar, com 50% das respostas. Em segundo, aparecem a falta de gosto pela leitura (14%) e, em terceiro, a preferência por outras atividades (8%).

Como hobby, os dados revelam que a leitura é a 7ª opção entre as atividades que o brasileiro realiza no seu tempo livre. Assistir à televisão ainda é a preferência nacional.

O Portal Aprendiz foi até o centro da cidade de São Paulo (SP) para conhecer um pouco do hábito de leitura das pessoas. O que estão lendo? O que gostam de ler?