Aprender na cidade

Candidatos de São Paulo apresentam propostas para o Plano Municipal de Educação

Atualizada às 18h28 do dia 5/10/2012

Por Flávio Aquistapace e Raiana Ribeiro

Na última quinta-feira (27/9), o Ministério Público de São Paulo informou que o Plano Municipal de Educação foi finalmente encaminhado à Câmara dos Vereadores. Com um atraso de 2 anos, o Plano decenal que estabelece metas e diretrizes para o ensino na cidade segue agora para debate e aprovação da Casa.

Ao todo, 22 metas compõem o documento elaborado com base nas contribuições da Conferência de Educação da Cidade de São Paulo, ocorrida em 2010. Entre elas, destaca-se a ambição de, até 2020, universalizar o atendimento escolar de crianças com até 3 anos e 11 meses e ofertar educação em tempo integral em 100% das escolas de ensino fundamental.

Como o início da implementação do Plano será tarefa da próxima gestão, o Portal Aprendiz consultou os principais candidatos à prefeitura de São Paulo sobre o tema. Veja na íntegra a resposta de Gabriel Chalita (PMDB), Carlos Giannazi (Psol), Fernando Haddad (PT), José Serra (PSDB), Celso Russomanno (PRB) e Soninha Francine (PPS).