Arquivo

USP terá Comissão da Verdade presidida por Dalmo Dallari

Do Estadão

Nesta terça-feira (7/5) a Reitoria da Universidade de São Paulo (USP) divulgou os nomes dos sete professores que participarão da Comissão da Verdade, voltada a examinar e esclarecer os casos de violações de direitos humanos ocorridos na instituição durante a ditadura militar. A presidência caberá a Dalmo de Abreu Dallari, jurista, ex-presidente da Comissão de Justiça e Paz da Arquidiocese de São Paulo e ex-diretor da Faculdade de Direito do Largo São Francisco.

Os outros integrantes são Walter Colli, do Instituto de Química; Silvio Roberto de Azevedo Salinas, do Instituto de Física; Maria Hermínia Brandão Tavares de Almeida, do Instituto de Relações Internacionais; Eunice Ribeiro Durham e Janice Theodoro da Silva, da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas; Erney Feliciano.

Na portaria expedida pelo reitor João Grandino Rodas, a comissão poderá solicitar documentos de todos os órgãos da Universidade; convidar pessoas que possam ter informações sobre casos de violações de direitos humanos para prestar depoimentos; determinar a realização de perícias e diligências. A comissão atuará pelo prazo de um ano e o seu relatório final será encaminhado à Comissão da Verdade.

Leia a matéria na íntegra