Arquivo

Pesquisa aponta que 44% dos professores já sofreram violência nas escolas

Do Estadão

De acordo com pesquisa do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp) divulgada nesta quinta-feira (9/5), 44% dos professores da rede estadual de São Paulo já sofreram algum tipo de violência nas escolas em que lecionam. Agressões verbais são mais frequentes que as físicas: 39% contra 5%.

A pesquisa mostra que o percentual de professores que ao menos já ouviram sobre algum caso de violência nas escolas em que dão aula é de 84%. Agressão verbal (74%), bullying (60%), vandalismo (53%) e agressão física (52%) estão entre as agressões mais comuns.

De acordo com 95% dos professores, os principais autores dessa violência são os alunos. Três a cada 10 docentes já presenciaram tráfico de drogas ou alunos embriagados. Ainda de acordo com os dados levantados, 42% dos professores afirma que veem constantemente os alunos sob efeito de drogas, 15% portando armas brancas e até mesmo armas de fogo, neste caso com índice de 3%.

A pesquisa foi realizada entre janeiro e março de 2013 pelo Data Popular, com 1.400 professores da rede estadual, de 167 cidades de São Paulo.

Leia a matéria na íntegra.