Mapa mostra acirramento da desigualdade em São Paulo

O estudo Mapa da Desigualdade, divulgado desde 2012, mostra mais uma vez como as disparidades são enormes na maior e mais rica cidade da América do Sul.

São Paulo realiza seminário no ensejo do Dia Internacional da Cidade Educadora

Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, por meio da SME-COCEU/Núcleo de Educação Integral, realiza o III Seminário de Educação Integral 2018 – Tecendo uma Rede de Cumplicidades para uma Cidade Educadora.

O Bem Viver: alternativas indígenas para se pensar a vida em comunidade

Pensador equatoriano Alberto Acosta e professor alemão Ulrich Brand esmiúçam o Bem Viver como alternativa de organização social.

3 desafios para a mobilidade sustentável nas cidades brasileiras

O cotidiano de quem circula pelas ruas de nossas cidades todos dias ainda revela uma série de obstáculos a serem superados no que diz respeito à mobilidade urbana.

Funk carioca, patrimônio cultural da cidade do Rio

Para o cineasta Emílio Domingos, o reconhecimento do funk carioca é um marco importante, embora tardio, da importância cultural do ritmo.

Pesquisa aponta como São Paulo vive suas relações raciais

2/3 dos paulistanos acreditam que negros têm menos oportunidades no mercado de trabalho. Esse é um dos dados da pesquisa “Relações Raciais na Cidade”.

Lugar referência para o povo Guarani é reconhecido como patrimônio cultural

Lugar de referência de memória e identidade para a população guarani, Tava (RS) foi reconhecido como Patrimônio Cultural pelo Mercosul.

Segurança pública: o que funcionou ou não em outros países

Experiências internacionais ajudam a ilustrar o paradigma da segurança pública e possíveis rumos para uma sociedade menos violenta.

Sociedade civil defende meio ambiente em manifesto

Nota conjunta aponta o meio ambiente como patrimônio e direito de toda a sociedade e que cabe a ela não abrir mão de seu capital natural.

As precariedades enfrentadas por crianças e adolescentes venezuelanos no Brasil

Segundo estudo, venezuelanos que chegam ao Brasil devido à crise econômica e social que assola o país vizinho encontram dificuldades para frequentar a escola, entre outras.