espaço público

Cidade para crianças: projeto estimula a relação afetiva das crianças com a vida urbana

Há dois caminhos para construir uma cidade para crianças: realizar sensibilizações e incluir os pequenos no planejamento urbano de forma participativa.

4ª Jornada do Patrimônio revela saberes e identidades do território de São Paulo

O evento ocorre em agosto e propõe explorar o patrimônio de São Paulo por meio de sua diversidade de costumes, saberes e identidades.

Jane Jacobs e a humanização da cidade

Conhecida por seu livro “Morte e vida das grandes cidades”, Jane Jacobs mudou definitivamente a forma de observar e analisar os fenômenos urbanos.

Psicanalista Christian Dunker propõe relação entre escola e território contra “lógica de condomínio”

O psicanalista Christian Dunker explica a lógica do condomínio e como os laços entre escola, comunidade e cidade podem derrubar a indiferença à diferença.

Barcelona aposta em habitação social na luta contra gentrificação

Proposta prevista em lei municipal garante que habitação social seja construída no centro da cidade catalã, impedindo sua gentrificação.

“Mulheres Caminhantes” aborda direito à cidade na perspectiva de mulheres diversas

Criado por uma rede múltipla de mulheres, o diagnóstico trouxe dados sobre direito à cidade na área de segurança, mobilidade e representatividade.

Grupo mapeia patrimônio cultural da Zona Leste de SP e ressignifica imaginário da cidade

Em curso no Instituto Bixiga, grupo Ururay explicou a importância de mapear o patrimônio cultural de São Paulo para muito além dos lugares centrais.

“A arquitetura escolar responsiva só é possível a partir da conversa entre os sujeitos que habitam esse espaço”

A arquiteta Giselle Arteiro reflete sobre a importância de que a arquitetura escolar seja responsiva, não só ao sujeito, mas também a comunidade e a cidade.

Como mapear oportunidades educativas no entorno escolar?

Confira alguns passos para tecer aproximações entre a escola e o território, propiciando atividades ao ar livre que usem o o potencial do entorno escolar.

Evento reúne práticas de educação formal e não formal que dialogam com a comunidade

Práticas de educação formal e não formal versaram sobre questões identitárias, vulnerabilidade e articulação entre escola e comunidade.