juventude

Outra educação é possível: 5 legados das ocupações escolares pelo Brasil

Diversas razões mostram que esses jovens, quando tomam o protagonismo para si, fazem uma escola diferente, promovendo uma educação integral nas ocupações.

Para “provocar imaginação” de jovens, workshop convida a ver, fazer e ocupar São Paulo

Promovendo escuta e participação da juventude, curso convida jovens de 15 a 18 anos para pensar em intervenções no centro da cidade de São Paulo,

Por mais participação e menos sucateamento, aprendizes ocupam Fábrica de Cultura do Capão Redondo

Aprendizes pedem melhorias na estrutura física da Fábrica de Cultura e são contra o fechamento de ateliês e a possível demissão em massa de arte-educadores.

Ato pede o fim do silenciamento das mortes de crianças e adolescentes no centro de SP

Em menos de um ano ocorreram ao menos sete mortes de crianças e jovens nas ruas do centro da cidade, sem levar em conta aquelas que não se tornam públicas.

Congresso de Cidades Educadoras começa nesta quarta-feira; acompanhe em tempo real

Para discutir os desafios da concepção e construção de Cidades Educadoras, estarão presentes pessoas de diversos locais do mundo.

“A juventude está engajada em pensar em outras relações sociais: nem mercantis, nem cidadãs”

Pesquisador argentino Pablo Vommaro, que participará de XVI Congresso de Cidades Educadoras, analisa papel da juventude na criação de um novo comum.

“Para pensar em Cidade Educadora, é preciso abrir espaço para aquilo que é novo”

Em entrevista, a secretária de Educação de Minas Gerais, Macaé Evaristo, reflete sobre o papel dos jovens na construção de uma Cidade Educadora.

Carles Feixa: Precisamos voltar a uma ideia de cultura juvenil associada à educação

Em entrevista, antropólogo catalão que pesquisa juventude, cultura e movimentos juvenis, como os 15-M, propõe uma educação para a vida e além dos muros.

UNESCO: “Educação do séc. XXI deve preparar jovens para mudanças globais”

Em seminário, especialistas discutem desafios de uma educação voltada para a formação de cidadãos globais, autônomos e capaz de transformar suas realidades.

Como lidar com a polarização política nas escolas?

Como abordar o debate da forma mais adequada dentro das escolas? Como lidar com os conflitos que nascem a partir do debate sobre política?