políticas públicas

SP: Edital de Fomento à Periferia está com inscrições abertas

Com investimento de R$ 9 milhões, a Lei de Fomento às Periferias reconhece a desigualdade na distribuição de verba pública para a cultura em São Paulo.

SP: Programa Cidades Sustentáveis lança carta-compromisso com adesão de 65 candidatos

Evento pluripartidário promovido pela Rede Nossa São Paulo aproximou candidatos/as da construção de uma Cidade Sustentável pautada na participação social.

Ditadura e transição democrática: Semana da Anistia 2016 recebe inscrições de atividades

Com a proposta de construir coletivamente um calendário nacional, Semana da Anistia recebe inscrições de atividades para compor a programação.

Mobilização comunitária pede o fim das abordagens policiais opressivas no Complexo da Maré

Somos Maré – Temos Direitos tem como objetivo transformar o trabalho dos profissionais da segurança pública, com foco em operações policiais na região.

Red OCARA inspira cidades latino-americanas a pensar mobilidade urbana para crianças

Com experiências registradas em 13 países, iniciativa internacional já listou cerca de 80 projetos que trabalham com mobilidade urbana e infância.

“Em contexto de crise, a educação tem que ser pensada como um investimento”

Em lançamento de pesquisa sobre Educação e Desigualdade, pesquisador Sérgio Haddad alertou que cortes na área ameaçam garantia do direito à Educação.

SP: Edital apoia vínculo de agentes comunitários de cultura com seus territórios

Até o dia 5/8, a segunda edição do Programa Agente Comunitário(a) de Cultura, da Secretaria Municipal de Cultura, recebe candidaturas.

Fórum Mundial aponta a necessidade de uma nova agenda migratória para as cidades

Uma das mesas do Fórum discutiu os desafios que serviços sociais do centro de SP enfrentam para realizar o acolhimento e integração de imigrantes.

Formação sobre potenciais educativos da cidade encerra com cortejo de professores

Em seis encontros, o curso Potenciais Educativos da Cidade percorreu bairros e equipamentos de São Paulo com professores da rede pública.

Estudo mostra que reorganização escolar de Alckmin está acontecendo gradualmente

Em 2016, o governo de São Paulo fechou 2.404 turmas em unidades da rede estadual de ensino, apesar do número de matrículas ter caído apenas 1.336 vagas.