território educativo

Encontro em São Paulo discute conexões entre literatura periférica e universidade

Evento, que conta com participação de poetas como Sérgio Vaz, discute a importância de discutir e promover literatura periférica dentro da academia.

Experiências da América Latina discutem tríade criança, natureza e território

“Seminário Latino-Americano Criança e Natureza”, organizado pelo Instituto Aluno, trouxe vivências da América Latina sobre aprendizado ao ar livre.

Cais do Valongo é patrimônio sensível para que o Brasil não esqueça sua história escravocrata

Embora reconhecido como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, Cais do Valongo sofre de abandono, denunciam ativistas e pesquisadores.

Museu virtual: uma oportunidade educativa

O museu virtual é um bom exemplo de como a tecnologia pode ampliar horizontes em ambientes educativos.

“A arquitetura escolar responsiva só é possível a partir da conversa entre os sujeitos que habitam esse espaço”

A arquiteta Giselle Arteiro reflete sobre a importância de que a arquitetura escolar seja responsiva, não só ao sujeito, mas também a comunidade e a cidade.

6 atividades para trabalhar o currículo escolar no território

São muitas as possibilidades criativas para trabalhar o currículo escolar fora da sala de aula, explorando os potenciais educativos do território.

Visando relação entre arte e educação, Instituto Tomie Ohtake monta “exposição-escola”

Exposição “Alucinações Parcias” aposta na relação entre arte e educação na construção de uma expografia em que o professor seja sujeito protagonista.

Formação discutirá o território a partir de seu potenciais educativos

Em 4 encontros, curso pretende desvelar os múltiplos territórios da cidade, incentivando que o participante descubra o potencial educativo do espaço urbano.

Comunidades indígenas do Rio Uaupés cartografam sua região

Ao todo, 12 mapas foram criados em parceria com o Instituto Socioambiental (ISA) cartografando ocupações humanas, lugares sagrados e históricos, paisagens e pontos de manejo de peixes, floresta e caça

“A cultura popular propõe um chão de desafios para nos tornarmos indivíduos melhores”

Fundadora do Instituto Brincante, Rosane Almeida fala da cultura popular brasileira como um caminho para que o educador reconheça o quanto pode ser criativo